segunda-feira, 24 de julho de 2017

O Príncipe Congelado | Leitura Nacional


Minha primeira leitura no Kindle foi o conto nacional O Príncipe Congelado do autor Raigor Ferreira. A história é muito bonita, fala sobre as divergências dos pais na criação dos filhos, e também sobre a aceitação e descobrimento dos próprios filhos em relação a eles mesmos.

Sinopse
Nas terras longínquas do Reino de Arvoredo, os habitantes já estavam acostumados com um príncipe fora do tradicional. Phelipe, o herdeiro superestimado do trono tinha uma condição exótica e que fazia os moradores do Reino se perguntarem: “Como alguém pode ser tão gelado?”. A resposta para a pergunta não era simples e esmerada. Na verdade, era muito complexo entender o que tornara a majestade, um homem tão frio e indiferente.

O conto de Raigor é fascinante, seu enredo é instigante e as características físicas de seus personagens são tão encantadores e envolventes que eu queria mais tempo de história.

--❌--

Gostaria de compartilhar o meu quote favorito do livro com vocês... pode ser um SPOILER, já que acontece na penúltima página do conto, e entrega o desfecho da história.

Então leia por sua conta e risco!

"O reino, então passou a contar com as quatro estações em períodos iguais. De dia, era verão. O sol aparecia em toda a sua tenacidade. De tarde, era outono. As folhas caíam com certa delicadeza. De noite, era inverno. Era quando os moradores compartilhavam as memórias do tempo em que o gelo reinava. E, na passagem da lua para o sol que fazia renascer um novo dia, a primavera tratava de fazer florescer toda a flora e esperança do povo que voltou a vivenciar a prosperidade." - O Príncipe Congelado

------------------------------ ❤ -----------------------------
Gostou do post? Deixa sua opinião nos comentários, pois ela é muito importante. Não esquece de deixar o link do seu blog/canal se tiver, e de acompanhar e seguir o blog nas redes sociais.

blog facebook circle, outline, youtube icon twitter instagram  skoob 

Nenhum comentário:

Postar um comentário