postagens recentes TOPO

5 de jun de 2015

Zona de Confoto por Italo | Coluna de 3ª Pessoa

Zona de conforto literária: Já saiu da sua hoje?


Olá, vou me apresentar antes de começar o post: Sou o Italo do Blog e Vlog, Incriativos. :)

Eu sempre gostei de ler os clássicos; desde a época do colégio –que eles eram leituras obrigatórias. Conheci as obras do Paulo Coelho quando eu estava no 1° ano do ensino médio –e gostei muito. Onze minutos. Depois, fui lendo uns livros que muitas pessoas não conheciam –ao menos, as pessoas que eu conhecia. Uns desses clássicos modernos. Eu estudava em um curso que era bem próximo de muitos sebos e livrarias... um belo dia eu fui comprar livro e trouxe para casa o Fallen, da Lauren Kate. E assim li meu primeiro YA. Gostei. Li o segundo e também gostei. O terceiro não gostei e me fez parar por aí.
Aos poucos, tornei-me, de certa forma, eclético.

Ah, nem comentei. Depois de todo Hype eu li Twilight e AMEI. Sim, hoje em dia sou fã. Tenho em português, inglês, livros sobre os filmes, HQ. Então, quem diria, né?
Hoje, leio Livros Clássicos (Sim, são meus favoritos EVER), AMO romances espíritas, não resisto a dar boas gargalhadas com Chick-lits, nem de me “proibir” de ler nada.
O que quis passar com esse texto é que: Você pode ter  –e com certeza terá- um gênero/estilo/escritor favorito, sim. Mas isso não te impede de ler outros livros. Você não estará “traindo” seu gênero favorito, por conhecer novos gêneros. 

Uma coisa que faço é: Leio, ao menos, dois livros de um autor/gênero que eu não goste, se eu não gostar de dois ou mais livros, aí, dificilmente, lerei novamente este autor. É o caso de John Green, Nicholas Sparks...  Pra mim, foi suficiente o que li deles para não ler mais nada. NÃO ESTOU DIZENDO QUE ELES SÃO RUINS. EU. EU. NÃO. GOSTO. Mas isso é PESSOAL.
Se leu e não gostou, ok. Mas se nem leu e já não gostou... vamos conversar a respeito rs.
E você: Já saiu da zona de conforto? Conte-nos a respeito.

Texto de Italo Sousa.

Um comentário:

  1. Oi Italo! ^^

    É raro eu sair da minha zona de conforto, mas não é difícil. Geralmente caço livros de fantasia (inclua terror), porque eu amo, mas estou disposta a ler de tudo um pouco, principalmente para conhecer o autor.

    Acho que classificação de livro é algo tão subjetivo que muitas vezes o livro até tem vários elementos que você gosta, mas acaba passando desapercebido porque esta na "estante errada".

    O único gênero que ainda não li foi desses de drama com doenças. Sinceramente não quero passar por essa experiência nem na ficção. Eróticos também não me deixam confortável.
    De resto, abraço o que vier! :D

    Beijussss;
    https://facebook.com/BlogMenteHipercriativa
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir