terça-feira, 12 de maio de 2015

Finalmente Eu Li: A Torre Acima do Véu

Walber (A Estante de Um Leitor Compulsivo) comprou esse livro em dezembro la na Bienal Internacional do Livro do Ceará e me emprestou para ler no final de fevereiro para a nossa Maratona 5on10. Acabou que eu comecei a ler esse livro durante a maratona e não terminei e até terminar o nosso semestre lá no IFCE eu fiquei enrolando na leitura. Mas eu aproveitei essas poucas semanas de férias que estamos tendo para ler, e eu consegui!!!!
A torre acima do véu
O livro conta uma história do ponto de vista pós-apocalíptico quando uma densa e venenosa névoa surge misteriosamente, trazendo pânico e morte ao planeta. Os poucos sobreviventes estão confinados no topo dos megaedifícios e arranha-céus, vivendo com medo por conta dos ataques de seres assustadores. E tem também A Torre, cuja seus "moradores" cuidam da proteção de toda a população que restou e controla o que restou dos armamentos e a tecnologia. 50 anos desde o acontecimento fatídico que seria o fim do mundo, Beca vive do resgate de recursos há muito abandonados nos andares inferiores, junto com seu pai e seu irmão. A profissão, perigosa por natureza, torna-se ainda mais letal quando ela participa de uma negociação traiçoeira e se vê cada vez mais envolvida em perigos e segredos que ameaçam muito mais do que sua vida ou a de sua família.

Confesso que quando comecei a leitura eu não estava muito no clima para ler esse livro, bom isso foi em fevereiro, passou alguns meses e eu decide que eu tinha de ler gostando ou não, me sentindo ou não atraída pela história. A emoção toda só me veio quando Edu é sequestrado pelos sombras, e Beca não sabe mais o que acreditar e em quem confiar. Será mesmo que Rato é quem diz ser ou apenas um espião? Foi nesse momento que a história começou a ganhar vida para mim e não parei de ler até descobrir como terminaria. Gostei do livro, dei três estrelas, porque realmente acho que faltou um Tchãn sabe.



Nenhum comentário:

Postar um comentário