domingo, 15 de março de 2015

A febre acabou! Será mesmo? #destruaestediario


Eu tenho dois exemplares do Destrua Este Diário e ainda não terminei nem o primeiro!

O  meu primeiro Diário ganhei no dia 13 de Dezembro de 2013, como presente de aniversário da minha mãe. Ele chegou dois dias mais cedo e isso me deixou muito feliz, pois estava há uns 8 meses procurando esse livro em todas as livrarias e ninguém o conhecia. A minha mãe acreditava que tendo uma filha tão criativa eu terminaria em cerca de uma semana ou quem sabe um mês, e um tempo depois ela me deu outro exemplar.

Passou algumas semanas que eu já estava em processo de destruição o Destrua Este Diário virou febre no Brasil, assim ganhando várias páginas na internet só para compartilhar as criações destrutivas de cada leitor.



Eu reativei o meu tumblr que foi onde este blog começou (na verdade o tumblr nunca saiu do ar, então decidi usá-lo para mostrar as minhas artes). Eu percebi que não ia consegui terminar o Diário em tão poucos meses, pois mesmo tendo muitas ideias parecia que surgiam mais páginas no livro, eu pensei "por que não tentar fazê-lo em um ano?", e mesmo com dedicação e levando ele para todos os lugares ainda não tinha terminado o meu primeiro Destrua Este Diário.

Sendo assim fiquei triste e parei por alguns dias, então como se nada tivesse acontecido eu peguei algumas poucas páginas que faltavam e marquei com post-its para ficar mais fácil de encontrá-las para serem completadas, ainda olhando e folheando notei algumas páginas com certa implicância e decidi refazer algumas também. Então o meu primeiro Diário ainda está a mesa junto com papeis de todas as cores e tamanhos, tesoura, lápis de cor, canetinhas, tintas, giz de cera, colas (branca, colorida, com gliter e de isopor) e revistas. Enquanto o meu segundo Diário está na estante à espera de que algum dia talvez eu decida destruí-lo também.

Beijocas pessoal que eu vou voltar para a minha destruição criativa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário