postagens recentes TOPO

22 de ago de 2013

#Entrevista com Eduardo Spohr autor de Filhos do Éden

Confira aqui a A Sessão de Autógrafos de Anjos da Morte em Fortaleza.
Confira aqui a Resenha de Anjos da Morte.

Oi Genteeeeeeee!!!
Hoje vamos ter #Entrevista com Eduardo Spohr!
Foto de Márcio Melo
Antes de começar a entrevista tenho um super aviso para os leitores e fãs que gostariam de conhecer o Eduardo pessoalmente e ter seu livro autografado. O Eduardo na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro e na Feira do Livro de Frankfurt. CORRAM!

Vamos a #Entrevista; ela foi feita no seguinte esquema: enviei as perguntas para o email dele e depois ele enviou as respostas para mim.



Fala um pouco sobre você.
Eduardo Spohr: Em poucas palavras? Um nerd, não mais do que isso heheeh. 

Qual o estilo literário que mais te atrai e quais são seus livros preferidos?
Eduardo Spohr: Não tenho um estilo que me atraia mais. Gosto de passear pelos gêneros. Alguns dos meus livros favoritos:
Crônicas de Dragonlance - 1984 - Xógum - O Exorcista - O Apanhador no Campo de Centeio - O Mundo de Sofia - O Hobbit - As Crônicas de Artur - O Livro das Religiões - Lúcio Flávio – O Passageiro da Agonia - Conan, o Cimério (Volumes I e II) - Dagon e A Casa das Bruxas (HP Lovecraft) - A Morte de Artur - A Bíblia - Pilares da Terra - Mahabarata - O Iluminado - Império (Hardt / Negri)

Foto de Agência Maestros
Além de escrever o que você faz no seu tempo livre?
Eduardo Spohr: Jogo RPG, vou ao cinema e leio bastante, claro. 

O que te inspirou a escrever A Batalha do Apocalipse?
Eduardo Spohr: Um montão de coisas, mas as principais foram a série de filmes "Anjos Rebeldes" e os quadrinhos do selo Vertigo.

Alguma chance de Ablon voltar?
Eduardo Spohr: Você saberá no final de "Anjos da Morte". Qualquer coisa q eu diga antes disso será spoiler brabo hehehe.

Conte-nos um pouco sobre Anjos da Morte.
Eduardo Spohr: Uma grande desculpa para falar de um assunto q eu curto muito, as guerras do século XX. Na trama, Denyel é um querubim enviado à terra pra participar e escutar essas guerras, e ao se deparar com os vícios humanos, ele tb se corrompe. É como uma jornada do herói, mas ao contrário.

Qual seu personagem favoritos dos três livros?
Eduardo Spohr: Ablon, sem dúvida.

Filhos do Éden é uma forma de continuar A Batalha do Apocalipse e de contar o que aconteceu antes, você pode nos dizer quantos livros a série terá? E divulgar os títulos, se possível.
Eduardo Spohr: Serão três. Herdeiros de Atlântida, Anjos da Morte e Paraíso Perdido.

Foto de Brenno Henrique
Como você se sente em ter seus livros vendido para milhares de pessoas e ter seus personagens amados e/ou odiados?
Eduardo Spohr: É uma sensação incrível saber que a gente pode estar marcando uma pessoa positivamente. Agradeço sempre aos meus leitores que tornaram esse sonho possível :)

Alguma chance de seus livros virarem filmes?
Eduardo Spohr: Nada é impossível. Quem sabe um dia, né?

Para terminar, você gostaria de deixar alguma mensagem para os leitores?
Eduardo Spohr: Um abração para todos, vamos continuar nos falando pela internet. Qualquer coisa, escrevam-me :-D

Clique nos Contatos de Eduardo Spohr: 


Muito Obrigada Eduardo!


Um comentário:

  1. Olá, adorei a postagem =)

    Fico muito feliz com o prestígio dado ao Eduardo Spohr. Trocamos algumas ideias e ele se mostra ser um cara inteligentíssimo, atencioso e muito criativo, já me deu muitos toques sobre literatura etc.

    Enfim, gostei muito da entrevista.

    Beijus =)

    Att,

    Maickson Alves

    ResponderExcluir